quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Preconceito

Esses dias eu tenho visto muitas notícias relacionadas a pessoas preconceituosas e intolerantes agredindo outras, objeto de seu "ódio". Isso tem me feito pensar um bocado. Ou tentar, porque é o tipo de coisa que me dá muita raiva.
Acho qualquer tipo de preconceito um negócio absurdo. Seja em relação a cor, raça, credo, opção sexual... Enfim, qualquer tipo. Não que eu seja uma perfeita de bondade, humildade e compreensão. Não sou. Mas é ilógico. Irracional. Burrice. Idiotice... E daí que o fulano é preto ou branco? E daí que é gay? E daí que tem uma crença religiosa não convencional? E daí que é nordestino? E daí???
Que diferença faz a cor da pele de uma pessoa? Desde quando alguém se torna melhor ou pior por isso? Interfere em quê a cor da roupa que você veste? Isso vale também para as pessoas negras que se ofendem quando alguém as chama de negra, e que se fecham e não deixam os brancos interagir. É preconceito também.
A propósito, alguém no Brasil se dizer nazista é uma babaquice. Lamento, mas é. Olhe para você!!!
Aliás, o nazismo em si é uma fraude. Uma idiotice. Uma ideologia oriunda de um homem que em nada se enquadrava no que ele mesmo pregava não tem nem um pingo de fundamento. Fracassada na origem. Se o Hitler fosse coerente, acreditasse mesmo no que ele dizia, teria se matado desde o início. Para dar exemplo. E quem segue o idiota é também tão idiota quanto.
E qual o problema desse povo com a gente, nordestinos? O que é que a gente tem de diferente? É inveja da nossa inteligência, força e belezas naturais? Não entendo. Desde quando não ter rios de dinheiro faz de nós merecedores de morte?
E você, com a sua religião, que não conhece a alheia, mas morre de criticar? Quando faz isso você está seguindo o que a sua igreja prega? Você está sendo uma boa pessoa? Está sendo coerente??
E o que de mal faz um homossexual. É opção dele. É a vida dele. O que você tem a ver com isso? Até que algum lhe paquere, se isto acontecer, isso não lhe diz respeito. E se acontecer, recuse, simplesmente, como gente educada faz.
Ele vai para o inferno, é pecado?? E daí? Deus não nos deu o livre-arbítrio? Ele não pode escolher ser ruim e ir para o inferno? Então respeite a escolha alheia e deixe-os em paz. Importunar alguém e maltratar não é uma atitude digna. É pecado também e você vai para o inferno também.
Eles são promíscuos? São? Você já notou como as crianças de hoje em dia se comportam? A sociedade está promíscua, os tempos estão. Não é culpa deles. Eles são até bem comportados e pudicos.
A convivência com eles influencia as crianças? É mesmo? Se isso interferisse de verdade, tendo pais heterossexuais, como alguém vira gay?
Coisas que me impacientam.

Nenhum comentário: